4/07/2016

Resenha de livro: "Morte na Mesopotâmia"

A resenha de livro dessa vez é de uma obra de uma das minhas autoras favoritas: Agatha Christie. A obra em questão é o livro Morte na Mesopotâmia, que se trata de mais um dos casos investigados pelo detetive Hercule Poirot, um dos personagens mais famosos da escritora (e o meu preferido)!

Livro Morte na Mesopotâmia Agatha Christie resenha
Sobre a autora Agatha Christie
Agatha Christie é simplesmente a romancista de maior vendagem de títulos da história, atrás apenas da Bíblia e de Shakespeare, razão pela qual é conhecida como a Rainha do Crime. Seus oitenta romances policiais e coletâneas de contos já foram publicados em mais de uma centena de línguas no mundo inteiro. O sucesso de sua obra, ampliado pelas inúmeras adaptações para o cinema e para a TV, é um tributo ao eterno fascínio de seus personagens e à absoluta engenhosidade de suas tramas.
Fonte: verso do livro

Resenha na contracapa do livro

A enfermeira Amy Leatheran é contratada para se juntar a uma expedição arqueológica no Iraque. Mas sua função ali tem bem pouco a ver com ruínas e artefatos: ela deve vigiar de perto a bela Louise Leidner, que está cada vez mais apavorada com a ideia de que talvez seu ex-marido não esteja tão morto quanto acreditava.
Louise pode estar imaginando coisas. Mas o fato é que, uma semana após a chegada da enfermeira, a mulher é encontrada morta no próprio quarto, e agora cabe a Hercule Poirot identificar o assassino. Quem terá sido? Tudo indica que o culpado está entre os membros da equipe de cientistas...

Resenha do livro Morte na Mesopotâmia

Minha opinião sobre o livro Morte na Mesopotâmia

Acho que sou um pouco suspeita para falar, porque simplesmente AMO todos os livros de Agatha Christie que já li e a considero uma escritora genial, mas confiem em mim, a opinião é sincera haha

A trama é muito bem desenvolvida, nesse livro foi espetacularmente difícil descobrir, antes da revelação do detetive Hercule Poirot, quem seria o assassino; desconfiei de todo mundo, e em algumas outras obras eu consigo descobrir quem é e nem sempre desconfio de todos os personagens, mas dessa vez foi difícil haha principalmente por isso, considerei essa obra sensacional!

A linguagem é de fácil entendimento, e esse é um fator importante pois nem todo mundo consegue acompanhar livros com linguagem complexa; isso torna as obras de Agatha Christie bem acessíveis, por tornar a leitura fácil e leve, o que geralmente é mais procurado por quem gosta de ler com finalidade recreativa (imagine encarar uma obra de linguagem nível Immanuel Kant pra relaxar, né rsrs).

O final é surpreendente (fiquem tranquilos, não há spoiler aqui), o assassino é muito criativo, tanto que a tática utilizada para executar o assassinato é inacreditável e muito engenhosa, algo que nem sequer havia passado pela minha cabeça enquanto eu lia o livro!

O único ponto negativo da obra, na minha opinião, é porque os capítulos iniciais são um pouco maçantes, pois a história demora para se desenvolver mais do que o normal para mim (e mais do que em outras obras da mesma autora), e eu creio que quem me acompanha há mais tempo já deve ter percebido que isso não me agrada rsrs

Enfim, o livro é excelente, a história é instigante e muito bem escrita, todos os fatos estranhos que aparecem no decorrer do livro são explicados de modo satisfatório no final da obra e trata-se de uma história que é, além de surpreendente, inteligente, e isso me agrada muito.

Livro recomendadíssimo, e com certeza haverá mais resenhas de livros da Agatha por aqui, porque a Rainha do Crime é minha escritora preferida nesse gênero de ficção policial e eu tenho muitos livros dela para resenhar! Se quiser comprar o livro, basta clicar no link: