11/22/2016

Dicas de como montar o seu cronograma capilar

Muitas vezes, quando decidimos tratar o cabelo adequadamente para que ele fique bonito e saudável, ficamos em dúvida sobre como fazer isso corretamente. Bate aquela indecisão sobre qual máscara usar, qual óleo é mais adequado, quando usar, com qual frequência, e o cabelo acaba não mostrando muito resultado.

Gostaria de lembrar que nem todo cabelo é igual, cada um tem suas características peculiares, suas deficiências, suas qualidades, condições diferentes de cuidados e exposição a danos e etc, logo, neste artigo vou ajudar você a identificar melhor as necessidades do seu cabelo e como supri-las com o Cronograma Capilar e como fazer o Cronograma Capilar adequadamente.

Saiba como fazer o cronograma capilar descobrindo as necessidades do seu cabelo

Primeiramente, recomendo que você saiba um pouco mais sobre o cronograma capilar, e para isso eu recomendo um artigo que você pode ver aqui mesmo no blog, onde eu explico tudo sobre o que é o cronograma, como ele me ajudou a recuperar meu cabelo quando ele tinha muita rsrs química, quais são as fases que o compõem e quais produtos usar em cada uma delas.

Já sabe o que é o Cronograma Capilar? Ótimo, vamos então para a próxima etapa: identificar o que o seu cabelo precisa.

Conhecendo as necessidades do seu cabelo

 Conhecer as necessidades do seu cabelo é muito importante, pois é isso que vai indicar qual fase do cronograma capilar seu cabelo mais precisa e, assim, quais produtos/máscaras/ingredientes você deve usar com mais frequência.

Para saber o que falta para manter os seus cabelos saudáveis é bem simples, e depende basicamente do nível de porosidade do seu cabelo. A porosidade indica o quanto as escamas dos fios estão abertas, e, assim, a capacidade dele em manter os nutrientes aplicados, o que interfere no brilho e sedosidade que ele apresenta.

Cabelos com escamas muito abertas (alta porosidade) apresentam um visual opaco, sem brilho e sem vida, e isso pode ser causado por químicas como descoloração, ou mesmo por exposição excessiva à ação do vento e sol, que retiram a hidratação natural dos fios. Além disso, eles não retêm os nutrientes do tratamento aplicado (máscara, óleos e etc), perdendo água e nutrientes facilmente.

Cabelos com escamas muito fechadas (baixa porosidade) apresentam resistência em absorver nutrientes, é como se os fios ficassem "blindados" e não permitissem a entrada de água, proteínas e lipídios, agentes necessários para manter o cabelo saudável. Isso é mais fácil de ocorrer em cabelos que passem frequentemente por escovas progressivas (especialmente as que contém queratina na fórmula).

Para saber a porosidade do seu cabelo em casa, basta fazer o teste de porosidade caseiro, que consiste em pegar um fio de cabelo, colocar em um recipiente com água e observar:

- se o fio flutuar, significa que seu cabelo apresenta baixa porosidade e, para resolver isso, foque na Hidratação;

- se ele afundar bem devagar, significa que a porosidade está em seu nível normal e você pode focar em Nutrição;

- se o fio afundar rapidamente, significa que a porosidade está acima do normal, logo, capriche na Reconstrução capilar.

Teste de porosidade caseiro para saber como montar o seu cronograma capilar

Como montar o Cronograma Capilar

Agora, vamos ao objetivo do post propriamente dito: conhecendo a porosidade do seu cabelo, como montar o melhor Cronograma Capilar?

Se seu cabelo necessita de mais Hidratação, faça essa etapa pelo menos duas vezes por semana, mas sem rejeitar a nutrição e a reconstrução. Você pode fazer mais ou menos assim:

1ª semana: H - H -N
2ª semana: H - H - N
3ª semana: H - H - N
4ª semana: H - N - R


Se seu cabelo necessita de mais Nutrição, faça essa etapa com mais frequência, intercalando cremes industrializados, máscaras caseiras com óleos naturais e umectação com óleos (aplicar o óleo puro nos cabelos). A sugestão de cronograma capilar é a seguinte:

1ª semana: H - N (com creme) - H
2ª semana: N (máscara caseira com óleo natural) - H - N (umectação com óleo natural)
3ª semana: N (com creme) - H - N (máscara com óleo natural)
4ª semana: H - N (umectação) - R


Se seu cabelo necessita de mais Reconstrução, invista em produtos com queratina, componentes da queratina (arginina, creatina, lisina e etc), proteínas do trigo e em queratina líquida. A minha sugestão de cronograma capilar é essa:

1ª semana: H - H - N
2ª semana: H - N - R (com máscara reconstrutora)
3ª semana: H - H - N
4ª semana: H - N - R (com queratina líquida)


Lembrando que esses cronogramas montados por mim são sugestões, você pode intercalar ingredientes e fases de acordo com suas possibilidades e o que você tem disponível em casa.

Lembre-se também de que cada fase do cronograma capilar deve ser feita em dias diferentes, com pelo menos 1 dia de intervalo entre elas (ex.: se você hidratou segunda-feira, não hidrate antes da quarta-feira).

Com o tempo, você vai notando os efeitos de cada ingrediente nos seus cabelos, você vai saber o que dá mais certo com ele e o que não surte tanto efeito, e vai moldando o cronograma de acordo com isso. Depois de um bom tempo, quando seu cabelo já estiver recuperado, você vai poder também flexibilizar as etapas, ou passar a fazer menos uma delas  mais da outra, deixar um intervalo maior entre fases, e assim por diante. 

Tenha cuidado para não ficar neurótica(o) com isso, gastar além do que pode com produtos e se preocupar demais, pois manter a paciência é importante, aos poucos tudo vai se ajeitando e você vai perceber o que é melhor para você. 

Espero que o post tenha ajudado com sua jornada capilar. Siga o blog nas redes sociais e assine por e-mail (é só ver no lado direito da tela - ou logo abaixo caso você esteja pelo celular), assim você vai receber as novidades em primeira mão! ;)